Página InicialSobreBlogContato
Fale Conosco:
Icone de contato

(13) 4101-0010

Icone de contato

contato@hexagon.pro

Blog

Ícone de página

Tendência de TI: Como elas impactarão os Portos?

21/10/2022

Compartilhe nas redes sociais:

http://api.hexagonpro.info:1337TI e Portos .png

A tecnologia da informação (TI), vem alavancando o desenvolvimento do setor portuário.

Ou seja, a tecnologia da informação tornou-se uma parte essencial da transferência e processamento rápidos e precisos de enormes volumes de dados processados, em empresas de transporte internacional e organizações portuárias.

Neste sentido, a gestão adequada dos sistemas, que processam essas informações e as comunicam aos que gerenciam as operações portuárias, é vital para um transporte eficiente. Isso explica por que os sistemas de rastreamento de contêineres recebem alta prioridade entre os aplicativos operacionais de computador nos portos.

Ou seja, os portos vem se tornando a interface entre os sistemas de transporte marítimo e terrevem.

A boa notícia?

Esses mesmos portos estão agora sendo transferidos para hubs de logística orientados ao cliente. Desde o início do século 21, o foco das autoridades portuárias vem mudando, para facilitar os serviços intermodais e não apenas a conectividade marítima.

De fato, a evolução da logística e da tecnologia obrigou as autoridades portuárias a assumir um papel totalmente novo , atuando como gerentes de clusters (hubs) complexos, com várias partes interessadas.

Em suma, estes hubs tornaram-se ecossistemas de negócios portuários dinâmicos com múltiplas dimensões:

  1. clientes internos,
  2. clientes externos,
  3. sociedade,
  4. operações e gestão,
  5. capacidade financeira entre outras.

De fato, existem outros tópicos de tendência do nicho portuário, começando com:

  1. e-commerce,
  2. digitalização,
  3. automação que esperamos que sejam intensificados no futuro .

O que os especialistas falam sobre o futuro papel dos portos?

Estudos avaliam as tendências mais relevantes que afetam o porto do futuro e conceituaam uma visão portuária para 2040.

POr meio de grupos focais, foi identificado tendências que terão impacto no setor e nos negócios portuários, incluindo as seguintes áreas:

  • transporte marítimo de curta distância (SSS)
  • granéis líquidos e sólidos
  • tendências marítimas e contextuais
  • indústria de cruzeiros

O papel de TI

O papel de TI está intimamente interligado com a inovação é em grande parte determinada pela interação de necessidades, fatores econômicos e progresso institucional.

Inovação tem particular importância em uma indústria que tende a ser conservadora em seus processos, comportamentos e formas de liderança.

A mudança cultural é fundamental para a inovação e para se adaptar a vários novos desafios, incluindo o:

  • aumento da volatilidade,
  • surgimento de problemas ambientais,
  • surgimento de problemas sociais e trabalhistas,
  • normas mais rigorosas.

Neste sentido o trabalho da TI vem fomentando investimento em inovação, possibilitando maior acessibilidade e sustentabilidade, uso mais eficiente do espaço e maior eficiência energética.

No plano social, a *inovação, fortalece a tecnologia da informação (TI), conhecimento e solidifica as relações sociais e trabalhistas, melhorando a produtividade, competitividade e eficiência.

Em suma, essa mudança e os investimentos em inovação e em tecnologia da informação, revisa os modelos tradicionais que não são mais capazes de lidar com a expansão do núcleo atividades para novos modelos de negócios.

Autoridades e gestores portuários na tendência da tecnologia da informação

Para enfrentar os desafios da inovação, é crucial considerar tanto o potencial quanto os limites da mão de obra que está a frente na gestão portuária, exigindo que habilidades sejam mantidas e atualizadas para enfrentar os desafios deste setor.

Em outras palavras, esse time deve ser capaz de identificar oportunidades e ameaças para reduzir riscos e converter oportunidades em roteiros para programas e projetos.

Por esse motivo é importante se ter uma uma compreensão clara de como toda a cadeia de suprimentos opera, incluindo:

  • aspectos governamentais (alfândegas, imigração, saúde),
  • operações de transporte multimodal privado,
  • mão de obra,
  • características técnicas e operacionais (incluindo a manutenção de equipamentos e infraestrutura), bem como aspectos do negócio de logística (custos, frete, emprego, meio ambiente, comunidade, etc.).

Como serão os portos em 2040?

Como identificamos acima, o setor marítimo está enfrentando muitas mudanças que estão levando os portos a tomarem decisões imediata, muitas delas baseadas em dados vindo da TI.

Segundo especialistas, algumas tendências orientarão a a evolução dos portos no futuro próximo.

1. Estratégia Espacial

A crescente complexidade das operações portuárias afetará os portos urbanos, que tendem a sofrer com a falta de espaços.

Aumentar a eficiência do espaço disponível por meio da tecnologia será uma prioridade. Da mesma forma, muitos portos urbanos devem provar seu valor para a comunidade estabelecendo sinergias econômicas e sociais com suas cidades.

2. Protecionismo

O protecionismo pode ter um efeito negativo no comércio, derrubando totalmente a cadeia logística.

Isso pode ser um golpe para os grandes portos dominantes no Ocidente, enquanto os portos menores são beneficiados pelo aumento da deslocalização.

Por outro lado, o aumento das tarifas e burocracia para o frete exige que os portos façam investimentos para reduzir o impacto na cadeia logística e neste sentido a TI pode auxiliar na tomada de decisão.

3. Tecnologia

Os portos se preparam para um futuro digitalizado e já aproveitam tecnologias como internet das coisas, robótica, inteligência artificial e realidade virtual , alvo de investimentos futuros.

Smartports significam uma nova mentalidade quando se trata de gerenciamento com plataformas e modelos de decisão orientados por dados, levando à redução de custos.

No entanto, com a automação e a conectividade surge o desafio da cibersegurança nos portos, que devem fornecer blindagem digital para suas cadeias de suprimentos.

4. Sustentabilidade

A corrida para construir navios cada vez maiores chegará ao fim, e o mercado estará então focado na sustentabilidade, impulsionado pelas regulamentações ambientais.

Podemos prever que os portos serão reconvertidos, libertando-se dos combustíveis fósseis e passando a utilizar hidrogénio ou óleos vegetais hidrotratados (HVO).

Além disso, dada a previsível redução dos mercados de energia de matérias-primas, muitos portos já estão mudando o foco para trabalhar com energias renováveis em um futuro mais ecoeficiente , adaptando-se às necessidades de seu ambiente.

Considerações Finais

Hoje, mais do que nunca a TI vive uma alta no mercado por conta da transformação digital, que todos os setores vem experimentando.

Quando falamos do setor marítimo, sabemos que o mercado de TI oferecerá aos portos soluções cada vez mais autonômas.

Este por sua vez, passará a adotar mais soluções de inteligência artificial, criando sistemas capazes de monitorar e identificar falhas.

Soluções como machine e deep learning, geolocalização e outras são apenas algumas das ferramentas capazes de trabalhar soluções de IA.

Compartilhe nas redes sociais:

Notícias relacionadas

Transformação Digital .png
27/11/2022

A transformação digital depende da implementação de sistemas inteligentes

Web Summit.png
08/11/2022

HexagonPro marcou presença no Web Summit 2022

TI e Portos .png
21/10/2022

Tendência de TI: Como elas impactarão os Portos?

Veja todos os posts