Página InicialSobreBlogContato
Fale Conosco:
Icone de contato

(13) 4101-0010

Icone de contato

contato@hexagon.pro

Blog

Ícone de página

Como a IA e o transporte autonomo podem melhorar a segurança marítima

01/10/2022

Compartilhe nas redes sociais:

http://api.hexagonpro.info:1337Transporte Automatizado.png

O setor portuário já adotou os níveis de digitalização, interconexão e automação com foco na Indústria 4.0.

Impulsionados por transformações e inovações vindo do digital, o transporte autonomo, sem motorista e parcialmente autônomos têm desempenhado um papel importante na transformação dos portos em centros de transporte mais produtivos e sustentáveis.

O transporte autonomo é claramente o futuro, mas a tecnologia também pode se estender ainda mais.

Uma das maiores esperanças para o transporte autonomo é que eles reduzam os erros e acidentes.

O mesmo pode acontecer com o frete.

A inteligência artificial (IA) e a automação estão chegando ao transporte marítimo, e a indústria marítima pode se beneficiar delas, se estiver pronta.

Portos Tradicionais: passam por reestruturação industrial orientada para automação

Os terminais e portos tradicionais precisam passar por transformação digital, informatização e inteligência para dar suporte a uma melhor estrutura de mão de obra, melhorar a eficiência e reduzir custos.

Evidências sugerem que, com a ajuda de caminhões de contêineres não tripulados (transporte autonomo), o número de motoristas de caminhão pode ser reduzido em 90%, enquanto a relação motorista-caminhão pode ser reduzida de 1:1 para 1:6.

Além disso, a automação pode ajudar a reduzir o recrutamento humano, facilitando a transformação do setor de trabalho intensivo para tecnologia intensiva.

Navios autônomos estão no horizonte

Pelo menos duas empresas, Rolls-Royce Marine e Nippon Yusen, já anunciaram planos para colocar navios autônomos na água.

Esses navios serão operados por computadores e software, bem como por pessoas operando remotamente.

Já no próximo ano poderá haver navios nos mares sem um único tripulante humano a bordo.

Esses navios usarão uma série de sensores para detectar seus arredores e trabalhadores remotos usando links de dados de satélite para operá-los.

O transporte autonomo no setor maritímo é projetado para ser completamente autossuficientes, mas os navios em que as empresas estão trabalhando agora usarão uma combinação de automação e controle remoto.

A automação pode tornar o transporte mais seguro

Mesmo com toda a tecnologia disponível nos navios modernos, a indústria marítima é perigosa e os trabalhadores são frequentemente "feridos" em acidentes.

O erro humano pode levar a decisões catastróficas.

Trabalhadores em navios podem se machucar quando esses erros são cometidos, mas muitas vezes há fatalidades.

Há muitos exemplos, mas uma das maiores tragédias recentes foi a perda de toda a tripulação do El Faro , no Caribe, quando o capitão tomou más decisões sobre navegação e clima.

Um navio automatizado tem uma série de vantagens sobre o navio tradicional. Uma delas é a segurança.

Os acidentes serão menos comuns com a automação, mas também haverá menos tripulantes nos oceanos com esses tipos de navios em operação.

A transição pode ser complicada, e será um erro supor que o transporte autonomo será 100% livre de acidentes.

Neste sentido, a indústria deve estar pronta para lidar com questões novas e possivelmente imprevistas.

Soluções de IA para perigo e risco marítimo

Além de navios completamente autônomos e acionados remotamente, a inteligência artificial tem o potencial de tornar o transporte mais seguro.

Por exemplo, a IA que analisa acidentes passados pode apresentar soluções para evitar incidentes futuros.

Esses tipos de sistemas de IA devem ser capazes de alertar a tripulação e enviar avisos de que um acidente é provável ou iminente.

Esse mesmo tipo de IA também pode analisar grandes quantidades de dados para criar as rotas de navegação mais seguras.

Eles poderiam navegar em portos lotados e analisar e levar em consideração os padrões climáticos.

Além disso ela pode ser útil no rastreamento de manutenção em navios e na previsão de quando as peças podem falhar ou causar acidentes ou ferimentos.

Os avanços na tecnologia de "automação" e IA estão ajudando em uma variedade de setores.

Se essas novas tecnologias puderem tornar o trabalho mais seguro e reduzir significativamente os riscos, isso ajudará a salvar vidas e tornar o setor mais eficiente.

Os trabalhadores serão os grandes beneficiários, em termos de segurança, mas eles precisam de empregadores e armadores para abraçar e incorporar essas importantes tecnologias.

Considerações Finais

Nos últimos anos, o transporte autônomo portuário tem sido um dos principais cenários e aspectos importantes da condução autônoma de veículos comercializados por governos, empresas e gestores portuários.

A condução não tripulada portuária, com um processo de desembarque rápido, um padrão de negócios lucrativo e serviços de posicionamento sob medida, deverá atingir uma comercialização em larga escala nos próximos dois a três anos.

A operação comercial em larga escala pode acumular e iterar rapidamente seus recursos de algoritmo, engenharia e operação, que podem ser estendidos para caminhões externos e logística de troncos no futuro.

Compartilhe nas redes sociais:

Notícias relacionadas

Transformação Digital .png
27/11/2022

A transformação digital depende da implementação de sistemas inteligentes

Web Summit.png
08/11/2022

HexagonPro marcou presença no Web Summit 2022

TI e Portos .png
21/10/2022

Tendência de TI: Como elas impactarão os Portos?

Veja todos os posts